segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

MARCOS MUNHOZ É NOMEADO PRESIDENTE DO INSTITUTO GENERAL MOTORS

Após anunciar sua aposentadoria depois de 48 anos trabalhando da General Motors, o atual Vice-presidente da GM América do Sul foi apontado pelo presidente da GM na região, Carlos Zarlenga, para a posição de presidente do Instituto GM, braço social da empresa.


"É uma honra para mim aceitar este convite. Eu sempre tive uma relação próxima ao Instituto devido aos seus projetos tão importantes para nossa sociedade. Agora, com mais tempo disponível, vou poder atuar mais diretamente nesta que é uma instituição pela qual tenho muito carinho", comenta Marcos Munhoz.

O presidente da GM América do Sul, Carlos Zarlenga, expressa a sua satisfação em poder ter uma pessoa tão experiente à frente do Instituto GM. "A GM é afortunada em ter um executivo tão brilhante e influente quanto o Munhoz para ocupar essa posição no seu braço social. Estou certo de que com essa mudança teremos grandes avanços nesta área".

Marcos Munhoz ocupa o cargo de vice-presidente da GM América do Sul até 31 de dezembro de 2019, quando se aposentará após 48 anos de empresa. Marina Willisch assumirá a posição a partir de 1º de janeiro de 2020.

O Instituto GM tem a missão de contribuir com a melhoria das comunidades onde a GM possui instalações industriais, oferecendo condições necessárias para o desenvolvimento pessoal e profissional por meio dos pilares de atuação: Segurança, STEM (Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática), Sustentabilidade e Voluntariado.

Durante seus mais de 20 anos de atuação, já aprovou projetos educativos e filantrópicos em todo o Brasil, respeitando os valores culturais de cada localidade e promovendo a cidadania corporativa para tornar a vida das pessoas mais seguras e preparar as próximas gerações a buscar um planeta mais sustentável.

A General Motors está comprometida em oferecer às pessoas meios de locomoção melhores, mais seguros e sustentáveis. A GM, suas subsidiárias e entidades de joint venture vendem veículos sob as marcas Chevrolet, Cadillac, Baojun, Buick, GMC, Holden, Jiefang e Wuling. Mais informações sobre a empresa e suas subsidiárias, incluindo a OnStar, líder mundial em segurança de veículos, serviços de segurança e informações, a Maven, sua marca de mobilidade pessoal, e a Cruise, sua empresa de veículos autônomos e car sharing, podem ser encontradas em www.gm.com.

domingo, 8 de dezembro de 2019

CASA DA MÃE JOANA.
Por Marli Gonçalves*

 AMIGO NÃO É PARA SER OCULTO


O que é amizade nesses tempos atuais? Nas redes sociais, temos e chamamos de amigos pessoas que nem conhecemos, pior, muitas que jamais conheceremos. Fazemos e desfazemos esses laços apenas com um clique, sem dor. Agora é hora do tal amigo secreto, quando pessoas que se odeiam se sorteiam e pensam seriamente em dar presentes mortais.

Fico imaginando umas caixas maravilhosas embaladas com laços e contendo aranhas e serpentes peçonhentas, venenos, mágoas, respostas não dadas durante todo o ano. Ou presentes escolhidos entre os piores, coisas sem uso, presentes ganhos e guardados para serem repassados para a frente na primeira oportunidade. Imaginem esse ano, com a crise de grana e com a cisão política que se estabeleceu entre nós e que deve estar sendo usada justamente para romper relações distanciadas e já estremecidas por outros motivos. Como chamar de amigos? Como deverá estar sendo o tal amigo secreto deste ano, nas firmas e famílias? Desde criança considero o Natal como uma das datas do ano onde as pessoas mais falseiam umas com as outras.

Como considero amizade de verdade algo raro e sagrado, estranho o nome dado à essa tradição que para mim tem a melhor definição de nascimento não na Grécia, ou num sei aonde, mas realmente no mundo, durante a Depressão de 1929. Ninguém tinha dinheiro ou condições para presentear todos – melhor sortear, dividir essa lista – para mim, veio mesmo daí. Não que seja má ideia, mas que é momento saia justa, ah, isso é. Amigo secreto, oculto, invisível.

Adoro também o "tabelamento" de preços de presente adotado. A quantas anda esse ano? 50 reais? 100 reais? Precisa de nota fiscal para quem quiser trocar o bagulho? "Achei que era sua cara..." – uma das maiores ofensas.

Com as mudanças econômicas ocorridas, desemprego absurdo, home office, trabalho esporádico, empreendedorismo individual devem estar sendo bem poucas pessoas que ainda manterão a tal tradição de, rezando, sortear o nome de alguém, e, rezando, esperar que alguém de bom gosto e posses sorteie o seu. Vivemos cada vez mais isolados.

Sou pessoa de muitos amigos. Sou pessoa de pouquíssimos amigos.

Ambas as afirmações são absolutamente verdadeiras. Mas a segunda trata mais da vida real e considero amigo coisa para se guardar do lado esquerdo do peito, no cérebro, na vida. Estejam eles perto ou longe, em outro continente, como é o caso de uma família de amigos que se mudou para Madri, e porque esse país não dá lugar a gente boa.

Amigos. Sempre. Vivos ou mortos, sempre inesquecíveis. Dos quais os melhores presentes serão sempre as lembranças de momentos vividos juntos. Ou objetos que significam algo que só os dois lados compreenderão, porque é amigo com amigo, cada um com outro, exclusivo; grupos de amigos é outra coisa, há de convir.

Pensei nisso de forma especial porque lembrei do que considero uma grande coincidência. Tive um "Melhor Amigo", que perdi em 1993. Dele, de quem lembro diariamente, guardo os anjos que tanto adorava e o hábito de jamais deixar de ter flores em casa, assim como a sua generosidade e caráter. Ele era nascido a 12 de dezembro, Sagitário, por acaso, signo complementar ao meu, Gêmeos. Hoje, tenho como um grande amigo uma outra pessoa de outro lugar, outras histórias e uma compreensão mútua absurda, só possível numa relação sincera e verdadeira. Nascido em 12 de dezembro, também. Significa? Coincidência? Pode ser.

Com esse texto pensei em ser presente de aniversário para ele, que mora longe, uma boa lembrança, e o que posso dar no momento. Acabei pensando que amigo mesmo, para assim ser chamado mesmo, não pode ser oculto, secreto, tem de ser declarado.

Aliás, quantos amores garantiríamos que seriam, depois do fim, nossos amigos eternos quando passadas as relações e que hoje, eles sim, viraram apenas pó, invisíveis, ocultos e esquecidos; em muitos casos, inclusive, inimigos?

Marli Gonçalves. 
Jornalista, consultora de comunicação, editora do site Chumbo Gordo, autora de Feminismo no Cotidiano - Bom para mulheres. E para homens também, pela Editora Contexto. À venda nas livrarias e online, pela Editora Contexto e pela AmazonFoto: Gal Oppido.
Me encontre
marligo@uol.com.br
marli@brickmann.com.br


Leia> O Brasil Sobre Rodas

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

A MARCOPOLO DO FUTURO

Empresa busca ser protagonista em soluções de mobilidade de forma sustentável


No início deste mês de dezembro, a Marcopolo está promovendo a tradicional ação 'Encontro Marcado' em suas unidades brasileiras. O CEO da companhia, James Bellini, apresentou aos colaboradores de Caxias do Sul os planos para o futuro, analisou as conquistas de 2019 e lançou o desafio para que, deixando a sua "zona de conforto", cada um busque inovar e participar para que a fabricante caxiense se transforme em protagonista global em soluções de mobilidade de forma sustentável.


Com o mote "Trabalhando o presente para construir juntos a Marcopolo do futuro", James Bellini apresentou o que a atual gestão da empresa planeja para o futuro e como alcançar as metas traçadas para 2025. "Precisamos desenvolver novos negócios de mobilidade, crescer no mercado internacional e aumentar a rentabilidade dos negócios atuais. Para isso, precisamos inovar, fazer diferente, sair da zona de conforto e ir para onde a mágica acontece, gerando mais valor para os clientes, operadores e passageiros", destacou.

De acordo com o CEO da Marcopolo, é preciso estar aberto para mudanças, identificar oportunidades de melhoria e evolução, ter iniciativa e trabalhar em equipe. "Para alcançarmos as novas metas, as mudanças e a inovação precisam vir das pessoas. Com a cultura e os valores Marcopolo, vamos atrair, formar e reter os novos talentos que vão ajudar a construir o futuro da companhia", enfatizou James Bellini.

Nas unidades de São Mateus (ES) e Duque de Caxias (RJ), o Encontro é conduzido por Lusuir Grochot, Diretor de Operações Industriais, Melhoria Contínua e Projetos Especiais. Já para as equipes das filiais em Curitiba (PR), Cascavel (PR), São José (SC), São Paulo e Belo Horizonte (MG), o Encontro Marcado ficou sob responsabilidade de Rodrigo Pikussa, Diretor Ônibus Marcopolo Mercado Interno.

Em 2019, a Marcopolo, que comemorou 70 anos de fundação, investiu muito em inovação, qualidade, segurança e formação profissional. A empresa cresceu 5,5 % nos primeiros nove meses do ano, aumentou a eficiência e reduziu o número de acidentes de trabalho. Também criou a Universidade Marcopolo, para capacitação dos colaboradores, lançou uma nova intranet para comunicação interna, mudou a forma de relacionamento com os clientes e melhorou seus processos produtivos.

A empresa segue em seus novos desafios, confiante no trabalho em equipe de seus colaboradores para construir a Marcopolo do futuro.

Foto: Giovani Boff/DC Multimidia

Marcopolo
Secco Consultoria de Comunicação

Leia> O Brasil Sobre Rodas

domingo, 1 de dezembro de 2019

GOVERNO DE SÃO PAULO ENTREGA 1⁰ VIADUTO DO PACOTE DE OBRAS DO PROJETO NOVA ENTRADA DE SANTOS

Com investimentos de R$ 270 milhões, entrada da cidade está recebendo intervenções para eliminar os conflitos viários entre veículos de carga e de passeio



Neste sábado (30), o Vice-governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, e o Secretário de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, entregaram o primeiro viaduto do pacote de obras de remodelação da Entrada de Santos. O novo viaduto da Anchieta, localizado na altura do km 65 da via, faz parte do projeto chamado "Nova Entrada de Santos" que irá separar o fluxo de chegada e saída do Porto, composto predominantemente por caminhões, do tráfego de veículos leves que acessam a cidade, melhorando a fluidez viária e a qualidade de vida na região.

"Estamos fazendo a entrega de um viaduto que faz parte de um complexo de intervenções que o governo está fazendo na Baixada, em um investimento de mais de R$ 270 milhões. Esse primeiro viaduto vai facilitar muito a segregação de quem vai para a cidade e de quem vai para o porto de Santos. A partir de agora, você entra e sai da cidade sem nenhuma intervenção. Vai melhorar muito o trânsito e a qualidade de vida das pessoas", disse Rodrigo Garcia.

O viaduto entregue hoje, que tem 400 metros de extensão e três faixas de rolamento, garantirá mais fluidez ao tráfego, segregando o fluxo dos veículos, que chegam à entrada da cidade, dos carros que seguem em direção à Zona Noroeste (ZN) e São Vicente, pela Av. Nossa Senhora de Fátima.

Entrada de Santos

A entrada de Santos está sendo totalmente remodelada entre o km 59 e km 65 da rodovia Anchieta para que o tráfego de chegada e saída da cidade ocorra apenas pelas pistas centrais e fluxo do Porto seja atendido pelas pistas laterais. Para isso, a via marginal da Anchieta, que atualmente opera em mão dupla, será adaptada para funcionar apenas no sentido do Litoral, enquanto a SP-148 (Avenida Bandeirantes), sob jurisdição do DER, será adequada para operar apenas na direção da capital. As obras a cargo da concessionária Ecovias estão sendo executadas sob gerenciamento e fiscalização da Agência de Transporte do Estado de São Paulo – ARTESP. 

Com investimentos totais de R$ 270 milhões, viabilizados pelo Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo, as obras possibilitarão uma nova configuração que eliminará os conflitos viários existentes, melhorando o acesso da via Anchieta aos bairros do entorno e à zona portuária, aumentando a capacidade de tráfego na região e oferecendo mais segurança viária aos usuários da rodovia.

O novo viaduto Anchieta foi concluído em pouco mais de um ano e as demais obras do pacote também estão em estágio avançado. O segundo viaduto, o Piratininga, tem 75% de sua estrutura pronta. O terceiro e último viaduto a ser construído pela Ecovias, o Alemoa, está com 65% dos trabalhos concluídos. Outras obras integram o pacote e estão à cargo da CODESP e da Prefeitura de Santos.

Passarela de pedestres

Os moradores da região também foram contemplados nesta primeira fase com a entrega da passarela do km 62 da via Anchieta. Com estrutura mais larga do que a anterior e inclinação mais suave, o dispositivo garante a travessia segura entre os bairros do Jardim Piratininga e Jardim São Manoel. A passarela ainda conta com bloqueador de motocicleta, iluminação e telamento em toda a sua extensão.

Agência de Transporte do Estado de São Paulo
Assessoria de Imprensa

Secretaria Especial de Comunicação
Assessoria de Imprensa

ESTRELAS DO ANO SBCTRANS DESTACA MELHORES FUNCIONÁRIOS DE 2019

A SBCTrans promoveu o evento “Estrelas do Ano 2019” para destacar e premiar os melhores funcionários do ano. A ação tem como objetivo incentivar o envolvimento e engajamento dos colaboradores para a contínua elevação dos padrões de qualidade e eficiência.



Na edição deste ano, 112 colaboradores foram selecionados pelo excelente desempenho mediante os critérios de avaliação da empresa e concorreram ao prêmio de Melhor Funcionário. “Isso demonstra o crescente envolvimento de cada um dos nossos funcionários para fazer da SBCTrans a melhor operadora de transporte coletivo urbano do Estado de São Paulo e do Brasil”, destaca Milena Braga Romano, diretora executiva da SBCTrans.

Vinte e quatro funcionários foram eleitos como Estrelas do Ano em suas áreas de atuação (Infraestrutura; Administrativa; Manutenção, e Operação), como Estrelas em Atendimento, em Espírito de servir, Alto desempenho, Trabalho em equipe, Liderança, Mais elogiada, com mais passageiros (elogios dos clientes), Mais Participativa e Engajada, Atitude, Boa ação, e Estrela em Melhor condução. O grande vencedor e eleito o “Estrela do Ano 2019” da SBCTrans em 2019 foi motorista Fernando Silva Santana.

Fernando Santana está na SBCTrans há 20 anos e fez carreira na empresa. Ele começou como cobrador e foi aproveitando as oportunidades de crescimento de carreira. Fez curso para motorista e passou a conduzir, inicialmente, micro-ônibus. Com o tempo e novos cursos de formação e treinamento, passou a dirigir veículos maiores e se destacou pela condução segura, gentil e defensiva.

Para Milena Braga Romano, a premiação Estrelas do Ano SBCTrans colabora para o crescimento e aperfeiçoamento contínuo dos funcionários e para o espírito de cidadania. “Reconhecido, valorizado e satisfeito, o profissional está sempre motivado para ser ainda melhor no exercício de suas funções, o que traz benefícios diretos para o nosso cliente”, destaca.

Pela eleição de “Estrela do Ano 2019”, Fernando ganhou uma viagem para um destino no Brasil, com acompanhante e R$ 5 mil. Em cada uma das áreas, os profissionais eleitos “Estrelas do Ano” também ganharam vales-viagem e prêmio em dinheiro.

A SBCTrans, fundada em 1998 na cidade de São Bernardo do Campo, possui frota com mais de 400 veículos, que proporcionam conforto e segurança aos clientes. Considerada a melhor empresa de transporte público do Estado de São Paulo, tem como missão oferecer proximidade, facilidade e qualidade aos clientes.

SBCTrans
Secco Consultoria de Comunicação

Leia> O Brasil Sobre Rodas

sábado, 30 de novembro de 2019

EXPEDIÇÃO CIENTÍFICA QUE CELEBRA 200 ANOS DE DESCOBRIMENTO DA ANTÁRTIDA PASSARÁ POR SANTA CATARINA

A expedição científica que celebra o 200º aniversário da descoberta da Antártida passará pelo Brasil neste ano. Em Santa Catarina, a previsão é de que o veleiro chamado Almirante Bellingshausen, com quase 24 metros de comprimento, chegue à costa entre os dias 2 e 6 de dezembro. 


A embarcação vai atracar na Marina Itajaí e estará aberta para a visitação.

O veleiro partiu da Estônia, com 12 tripulantes em julho deste ano.  Quase uma centena de pessoas e pesquisadores, no total, irá se revezar nas diferentes pernas durante da expedição. O plano é chegar à Antártida em janeiro de 2020. A expedição irá refazer em grande parte o percurso feito pelo almirante Bellingshausen na época que descobriu a Antártida, em 1.820. O almirante era natural da Ilha de Saaremaa, na Estônia, antiga URSS.

“A intenção é realizar uma expedição em formato semelhante ao da época, com uma embarcação parecida e parando nos mesmos destinos, mas desta vez muitos outros portos serão visitados. Um dos motivos que iremos atracar em Santa Catarina é porque a expedição de descobrimento também passou pelo Estado. Já a escolha por Itajaí se deve ao fato da infraestrutura da marina, na cidade portuária, ser muito melhor para a atracação”, explica o Cônsul Honorário da Estônia no Sul do país, Almir Maestri.

A expedição científica organizada pelo Museu Marítimo da Estônia terá cerca de sete meses de duração. Antes de Itajaí, no Brasil, o veleiro irá atracar em Recife e no Rio de Janeiro. Depois de Itajaí a embarcação seguirá rumo a Montevideo, no Uruguai.

Conhecimento a bordo

Além de lembrar um dos marcos da história da exploração mundial, outra intenção da expedição é chamar a atenção para tópicos importantes decorrentes das mudanças climáticas. Ao longo da viagem, a tripulação irá produzir um documentário de todos os lugares por onde passaram. Haverá ainda seminários para estudantes organizados nos pontos de parada da viagem. Ao todo, quase vinte cientistas navegam para compartilhar seus conhecimentos sobre diferentes questões marítimas, climáticas e ecológicas.

Inaugurada em dezembro de 2015, a Marina Itajaí está localizada no centro da cidade catarinense de Itajaí – na Rua Vereador Carlos Ely Castro n° 100, ao lado do Centreventos, - sendo um importante polo náutico, naval, turístico e industrial. A Marina oferece atualmente 355 vagas, sendo 155 vagas secas e 200 vagas molhadas que comportam desde pequenas embarcações até iates e veleiros com mais de 170 pés. Modernos equipamentos como ForkLift para até 12 toneladas e TravelLift para até 75 toneladas, são um diferencial na sua configuração; ainda há posto de combustível com bandeira BR sendo a única marina no sul do país com Diesel Verana. Possui opções de lazer como espaço gastronômico com dois restaurantes internacionais e amplo estacionamento como parte de sua estrutura.

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

AVENIDA PAULISTA COMEMORA 128 ANOS

A Avenida Paulista, a avenida mais famosa do Brasil e cartão postal de São Paulo, comemora, no próximo dia 08 de dezembro, 128 anos. Para celebrar a data, a APV -Associação Paulista Viva - programou diversas atividades culturais gratuitas ao longo de sua extensão para o sábado e domingo (07 e 08 de dezembro). “Teremos exposição e rodas de conversa na Casa das Rosas, apresentação de corais, feiras e artes e antiguidades e ainda uma inédita projeção de vídeo na fachada no prédio da FIESP”, afirma Lívio Giosa, presidente da APV, que também celebra seus 23 anos de atividades no dia 10 de dezembro.

“Um dos objetivos da APV é incentivar ações de relevância socioambiental e promover a cultura e a arte em todas as suas manifestações, contribuindo para a conservação e o enriquecimento do patrimônio histórico e cultural da região e da cidade de São Paulo. É importante estimular a economia criativa na Avenida Paulista, por onde circula mais de um milhão de pessoas por dia e que é um símbolo da cultura paulistana e brasileira”, disse Lívio Giosa, presidente da APV.

No sábado, 07, a programação se inicia às 10h com a apresentação do coral da AEB – Associação Evangélica Beneficente na escadaria da Fundação Cásper Líbero, na Av. Paulista, 900.

No domingo (08), dia do aniversário da Avenida, a programação tem início às 10h, com cerimônia na Casa das Rosas, Av. Paulista, 37, com autoridades convidadas, a presidência e diretoria da APV e o público em geral – o evento é aberto - com direito a bolo e parabéns. Na sequência, será aberta exposição temática “Avenida Paulista” com cerâmicas de Má Ferreira (curadoria de Fernando Zelman), cartões de Kirigami de Jorge Nonaka e fotos sobre a via, com curadoria de Valkiria Iacocca. O Coral da Guarda Civil Metropolitana também se apresentará na varanda da Casa das Rosas entre 10h30 e 12h.

No vão Livre do Masp, Av. Paulista, 1578, acontecerá das 10h às 17h, a Feira de Antiguidades, que há 40 anos reúne colecionadores e expositores em geral; a primeira edição da Feira Paulista de Artes, com exposição de artes plásticas, artesanato urbano, moda, produtos gastronômicos e design.

Das 10h às 11h30, a banda da GCM – Guarda Civil Municipal apresenta seu projeto “Tocando” São Paulo através de sua Banda Musical, na altura do nº 302 da Avenida.

De volta à Casa das Rosas, das 10h às 16h estará aberta uma exposição temática sobre a Avenida Paulista.

Ressaltando iniciativas que buscam rememorar a história da Avenida Paulista, a Casa das Rosas sediará duas rodas de conversa de uma hora cada para abordar o tema no domingo. A partir das 11h30, o publicitário Marcus Vinicius Uchoa conversará com o público sobre o projeto ‘Janela da História’, que visa a reconstrução digital da Avenida Paulista e seus casarões do início do século XX, entre os anos de 1900 e 1935. O segundo bate-papo será pela tarde, às 15h, com Luciana Cotrim, escritora da série ‘Avenida Paulista’. A iniciativa desenvolvida pela pesquisadora do SENAC conta as histórias de mais de 80 casarões e das famílias que moravam na Avenida e também dos edifícios que foram construídos em seus lugares.

Como encerramento do final de semana de comemorações, a FIESP, na Av. Paulista, 1313, realizará às 19h em sua fachada a projeção de um vídeo de 10 minutos do ‘Janela na História’, de Marcus Vinicius Uchoa. E, simultaneamente no Shopping Cidade São Paulo, na Av. Paulista, 1230, será projetado em seu painel de LED externo a frase ‘Aniversário de 128 anos da Avenida Paulista’.

A Associação Paulista Viva – APV, responsável pelas ações, é uma organização da sociedade civil de interesse público e sem fins lucrativos que trabalha pela melhoria da qualidade de vida, preservação, segurança e valorização da região da Avenida Paulista.

Visite: www.associacaopaulistaviva.org.br@associacaopaulistaviva@paulistaviva

METRA PROMOVE AÇÃO "GARAGEM ABERTA" NOS DIAS 29 DE NOVEMBRO E 3 DE DEZEMBRO

A Metra realiza nos próximos dias 29 de novembro e 3 de dezembro, mais uma edição da ação "Garagem Aberta" para alguns clientes e fãs. Serão dois dias dedicados à recepção de clientes, entusiastas e os conhecidos busólogos, com mais de 120 inscritos.

Segundo Thiago Terci, assessor de comunicação da Metra, a ação "Garagem Aberta" surgiu em razão do grande número de clientes, e apaixonados pela empresa que sempre demonstraram interesse em conhecer a Metra. "Com o Garagem Aberta, dedicamos especial atenção a este importante público", enfatiza.

O "Garagem Aberta" terá início às 10h com a recepção dos convidados e registro de imagens individuais de cada um. Em seguida, assistirão a uma breve apresentação, receberão como presente um livro especial sobre a história da Metra e sua gestão no Corredor ABD e visitarão a garagem e os ônibus da Metra. Às 12h, almoço, e às 14h, encerramento.

Serviço
Garagem Aberta
10h -- Recepção dos participantes e fotos individuais;
11h -- Visitação à garagem e ônibus da Metra
12h30 -- Almoço
14h -- Encerramento
Endereço da Metra
Rua Joaquim Casemiro, 290
Bairro Planalto -- São Bernardo do Campo

Metra
Secco Consultoria de Comunicação

Leia> O Brasil Sobre Rodas

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

SBCTRANS PROMOVE OFICINA DE PINTURA NO CENTRO COMUNITÁRIO DAS CRIANÇAS DE NOSSA SENHORA DE GUADALUPE

A SBCTrans, empresa de transporte de passageiros de São Bernardo do Campo, realizou na última semana uma oficina de pintura para os alunos do Centro Comunitário Nossa Senhora do Guadalupe com o artista Alexandre Truff. O objetivo foi transmitir às crianças e jovens o gosto pela arte e, com essa ação, pintar os muros interno e externo da entidade para dar uma aparência mais moderna e alegre à escola do bairro Jardim Laura.


Além de levar a arte aos jovens, ação transformou visual da instituição com aspecto mais moderno e colorido. 

Alexandre Truff, grafiteiro e curador do programa Giro da Arte, realizado no ano passado pela SBCTrans, explicou que o primeiro dia (19) foi dedicado a aulas sobre pintura e para estimular os alunos a externarem suas ideias sobre a decoração das paredes internas da instituição. Na sexta-feira, dia 22, para a pintura dos muros interno e externo da entidade, Truff contou, também, com a participação de artistas plásticos que orientaram os jovens e registraram suas obras nas paredes da escola.

Esta oficina, no Centro Comunitário, amplia o apoio da SBCTrans a instituições beneficentes de São Bernardo do Campo e reforça o foco da empresa em incentivar ações que promovam cultura, arte e esporte aos jovens. Segundo o artista, a oficina no Centro Comunitário das Crianças Nossa Senhora de Guadalupe é um exemplo de arte urbana, expressa em espaços públicos, sem a necessidade de deslocamento dos autores até centros culturais, e facilita o contato dos jovens com a arte e dá a eles a oportunidade de exibir os seus talentos.

Para a diretora executiva da SBCTrans, Milena Braga Romano, ações como esta são fundamentais para estimular as crianças e jovens a descobrirem e desenvolverem os seus talentos. “Incentivar a arte e cultura é imprescindível atualmente. Poder abrir portas para essas crianças, para que elas conheçam outras realidades faz parte de nosso objetivo como empresa”, destaca Milena Romano. A empresária informa que a oficina de pintura contou também com o apoio do Colégio Termomecânica, instituição de ensino brasileira, sediada em São Bernardo do Campo, que forneceu as tintas usadas no programa.


A SBCTrans, fundada em 1998 na cidade de São Bernardo do Campo, possui frota com mais de 400 veículos, que proporcionam conforto e segurança aos clientes. Considerada a melhor empresa de transporte público do Estado de São Paulo, tem como missão oferecer proximidade, facilidade e qualidade aos clientes.

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

MUNICÍPIOS BRASILEIROS INVESTEM EM ENERGIA LIMPA

A cidade do Rio de Janeiro lidera o ranking de produção de energia solar no país, mas é Minas Gerais o campeão de geração distribuída.


O Brasil possui uma das melhores condições no mundo para produção de energia solar. Apesar disso e da busca por energia limpa ser unânime e crescente por aqui, o país ocupa apenas a 10ª posição de países que mais produzem e consomem energia solar, representando hoje 1,2% da matriz energética brasileira. O Brasil instalou 1,2 GW de energia solar em 2018, totalizando 2,4GW de capacidade instalada acumulada.

Alguns municípios, no entanto, se destacam no uso da tecnologia limpa. A capital carioca lidera o ranking da cidade que possui maior potência instalada com 17,7MW. Mas, é o estado de Minas Gerais que lidera a geração distribuída da energia limpa.

O Estado mineiro tem três cidades no ranking das 10 cidades em potência instalada por geração distribuída do país, conforme dados de 2019 da ANEEL e Absolar – Associação Brasileira de Energia Fotovoltaica. São 241,9MH instalados, muito acima dos 189,7MW do Rio Grande do Sul, o segundo do país em potência instalada.

O segredo? Incentivo para a energia limpa. Além de ter altos índices de incidência solar em grande parte do ano, o governo de Minas Gerais foi pioneiro em conceder isenção do ICMS para projetos de energia fotovoltaica. Com essa combinação de irradiação e isenção atualmente o Estado lidera o número de instalações.

Uberlândia é a cidade mineira com maior número de instalações de sistema com um total de 14,8MW instalados, seguida da capital Belo Horizonte que possui 10,3MW e Buritizeiro (uma cidade com menos de 30 mil habitantes) com 8,8MW.

Cidades do Centro-Oeste e do Nordeste também se destacam no ranking, com destaques para as capitais Brasília, Fortaleza, Cuiabá, Teresina e Goiânia.

Apesar de contar apenas com a pequena Santa Cruz do Sul, no centro do Estado, no ranking das 10 cidades com mais potência instalada no país, o Rio Grande do Sul destaca-se no quadro estadual. Com 189,7MW instalados é o segundo em geração distribuída do país.

De acordo com a Absolar, o RS ocupa a posição por ter mais sistemas de energia solar comerciais instalados, que possuem maior potência se comparados aos sistemas residenciais. De acordo com dados da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), a cidade de Santa Cruz do Sul possui em operação mais de 500 usinas de geração de energia fotovoltaica instalados em residências e comércio.

São Paulo está no terceiro lugar estadual e possui um dos maiores registros de sistemas instalados em residências, de acordo com dados da Aneel.  “Uma das nossas maiores riquezas é o nosso sol, temos o clima e território perfeito, e saber aproveitar este recurso que está disponível é mais que inteligente, é sustentável e necessário. Eu vejo o nosso trabalho como um serviço de utilidade pública”, comenta Alcione Belache, CEO da Renovigi, líder brasileira na produção de sistemas fotovoltaicos.

O CEO da Renovigi reforça que a perspectiva de crescimento é grande em todo território nacional: “No mês de dezembro de 2018 apenas 0,7% da oferta de energia elétrica no Brasil foi gerada pela fonte solar fotovoltaica, conforme dados do Ministério de Minas e Energia. Mas, em compensação, estimativas do setor apontam que 886.723 sistemas fotovoltaicos serão instalados somente no Brasil até o ano de 2024”. 

O uso da energia renovável é uma tendência mundial. De acordo com um relatório divulgado pela ONU (Organização das Nações Unidas), a energia solar vem se destacando perante as demais fontes de energia elétrica no mundo, e hoje é considerada a principal responsável pelo desenvolvimento sustentável. Somente em 2018, foram investidos US$ 139,7 bilhões em energia solar no mundo. 

Ranking municipal em potência instalada (MW) no país

1º Rio de Janeiro – RJ – 17,7 (1,5%)
2º Brasília - DF – 16,3 (1,3%)
3º Fortaleza - CE – 15,6 (1,2%)
4º Uberlândia – MG – 14,8 (1,2%)
5º Cuiabá – MT - 12,4 (1%)
6º Santa Cruz do Sul – RS – 11,0 (0,9%)
7º Teresina – PI –– 8,8 (0,9%)
8º Belo Horizonte – MG – 10,3 (0,8%)
9º - Goiânia – GO – 9,6 (0,8%)
10º Buritizeiro – MG - 8,8 (0,7%)

Ranking entre os estados

1º Minas Gerais - 241,9 (19,9%)
2º Rio Grande do Sul – 189,7 (15,6%)
3º São Paulo – 156,3 (12,9%)
4º Mato Grosso – 81,7 (6,7%)
5º Paraná - 59,4 (4,9%)
6º Rio de Janeiro - 55,3 (4,6%)
7º Santa Catarina –– 54,9 (4,5%)
8º Goiás – 48,3 (4%)
9º - Ceará – 47,7 (3,9%)
10º Pernambuco – 33,9 (2,8%)


Renovigi: Com mais de 500 mil painéis solares já distribuídos no Brasil, a Renovigi se destaca no mercado fotovoltaico brasileiro pela excelência no atendimento e pela qualidade de seus produtos. Hoje a empresa é líder em satisfação do consumidor, com 99,8% de clientes que indicariam a marca para um amigo, além disso, está no pódio nacional de preferência das empresas instaladoras e foi premiada pela EXAME e Deloitte como a Média Empresa com maior crescimento no Brasil. Esses números são fruto do empenho mútuo entre a equipe Renovigi e suas mais de 5000 empresas credenciadas, espalhadas por todas as regiões do país.