quarta-feira, 20 de novembro de 2019

MUNICÍPIOS BRASILEIROS INVESTEM EM ENERGIA LIMPA

A cidade do Rio de Janeiro lidera o ranking de produção de energia solar no país, mas é Minas Gerais o campeão de geração distribuída.


O Brasil possui uma das melhores condições no mundo para produção de energia solar. Apesar disso e da busca por energia limpa ser unânime e crescente por aqui, o país ocupa apenas a 10ª posição de países que mais produzem e consomem energia solar, representando hoje 1,2% da matriz energética brasileira. O Brasil instalou 1,2 GW de energia solar em 2018, totalizando 2,4GW de capacidade instalada acumulada.

Alguns municípios, no entanto, se destacam no uso da tecnologia limpa. A capital carioca lidera o ranking da cidade que possui maior potência instalada com 17,7MW. Mas, é o estado de Minas Gerais que lidera a geração distribuída da energia limpa.

O Estado mineiro tem três cidades no ranking das 10 cidades em potência instalada por geração distribuída do país, conforme dados de 2019 da ANEEL e Absolar – Associação Brasileira de Energia Fotovoltaica. São 241,9MH instalados, muito acima dos 189,7MW do Rio Grande do Sul, o segundo do país em potência instalada.

O segredo? Incentivo para a energia limpa. Além de ter altos índices de incidência solar em grande parte do ano, o governo de Minas Gerais foi pioneiro em conceder isenção do ICMS para projetos de energia fotovoltaica. Com essa combinação de irradiação e isenção atualmente o Estado lidera o número de instalações.

Uberlândia é a cidade mineira com maior número de instalações de sistema com um total de 14,8MW instalados, seguida da capital Belo Horizonte que possui 10,3MW e Buritizeiro (uma cidade com menos de 30 mil habitantes) com 8,8MW.

Cidades do Centro-Oeste e do Nordeste também se destacam no ranking, com destaques para as capitais Brasília, Fortaleza, Cuiabá, Teresina e Goiânia.

Apesar de contar apenas com a pequena Santa Cruz do Sul, no centro do Estado, no ranking das 10 cidades com mais potência instalada no país, o Rio Grande do Sul destaca-se no quadro estadual. Com 189,7MW instalados é o segundo em geração distribuída do país.

De acordo com a Absolar, o RS ocupa a posição por ter mais sistemas de energia solar comerciais instalados, que possuem maior potência se comparados aos sistemas residenciais. De acordo com dados da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), a cidade de Santa Cruz do Sul possui em operação mais de 500 usinas de geração de energia fotovoltaica instalados em residências e comércio.

São Paulo está no terceiro lugar estadual e possui um dos maiores registros de sistemas instalados em residências, de acordo com dados da Aneel.  “Uma das nossas maiores riquezas é o nosso sol, temos o clima e território perfeito, e saber aproveitar este recurso que está disponível é mais que inteligente, é sustentável e necessário. Eu vejo o nosso trabalho como um serviço de utilidade pública”, comenta Alcione Belache, CEO da Renovigi, líder brasileira na produção de sistemas fotovoltaicos.

O CEO da Renovigi reforça que a perspectiva de crescimento é grande em todo território nacional: “No mês de dezembro de 2018 apenas 0,7% da oferta de energia elétrica no Brasil foi gerada pela fonte solar fotovoltaica, conforme dados do Ministério de Minas e Energia. Mas, em compensação, estimativas do setor apontam que 886.723 sistemas fotovoltaicos serão instalados somente no Brasil até o ano de 2024”. 

O uso da energia renovável é uma tendência mundial. De acordo com um relatório divulgado pela ONU (Organização das Nações Unidas), a energia solar vem se destacando perante as demais fontes de energia elétrica no mundo, e hoje é considerada a principal responsável pelo desenvolvimento sustentável. Somente em 2018, foram investidos US$ 139,7 bilhões em energia solar no mundo. 

Ranking municipal em potência instalada (MW) no país

1º Rio de Janeiro – RJ – 17,7 (1,5%)
2º Brasília - DF – 16,3 (1,3%)
3º Fortaleza - CE – 15,6 (1,2%)
4º Uberlândia – MG – 14,8 (1,2%)
5º Cuiabá – MT - 12,4 (1%)
6º Santa Cruz do Sul – RS – 11,0 (0,9%)
7º Teresina – PI –– 8,8 (0,9%)
8º Belo Horizonte – MG – 10,3 (0,8%)
9º - Goiânia – GO – 9,6 (0,8%)
10º Buritizeiro – MG - 8,8 (0,7%)

Ranking entre os estados

1º Minas Gerais - 241,9 (19,9%)
2º Rio Grande do Sul – 189,7 (15,6%)
3º São Paulo – 156,3 (12,9%)
4º Mato Grosso – 81,7 (6,7%)
5º Paraná - 59,4 (4,9%)
6º Rio de Janeiro - 55,3 (4,6%)
7º Santa Catarina –– 54,9 (4,5%)
8º Goiás – 48,3 (4%)
9º - Ceará – 47,7 (3,9%)
10º Pernambuco – 33,9 (2,8%)


Renovigi: Com mais de 500 mil painéis solares já distribuídos no Brasil, a Renovigi se destaca no mercado fotovoltaico brasileiro pela excelência no atendimento e pela qualidade de seus produtos. Hoje a empresa é líder em satisfação do consumidor, com 99,8% de clientes que indicariam a marca para um amigo, além disso, está no pódio nacional de preferência das empresas instaladoras e foi premiada pela EXAME e Deloitte como a Média Empresa com maior crescimento no Brasil. Esses números são fruto do empenho mútuo entre a equipe Renovigi e suas mais de 5000 empresas credenciadas, espalhadas por todas as regiões do país.

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

PLANET 2050: CUMMINS LANÇA ESTRATÉGIA DE SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL

A Cummins Inc. (NYSE: CMI) anunciou no último dia 14 sua próxima estratégia de sustentabilidade ambiental, que inclui metas que atendem ou excedem os limites do Acordo de Paris das Nações Unidas sobre mudanças climáticas. Em 2050, a Cummins terá como meta emissões zero de carbono.


“Nossas comunidades e nossos negócios dependem de nossa resposta coletiva para melhorar a saúde do planeta e, ao mesmo tempo, criar prosperidade para todos. Está claro que governo, empresas, organizações não-governamentais e comunidades devem-se unir a uma ação rápida e decisiva para enfrentar as ameaças ambientais que enfrentamos”, disse Tom Linebarger, presidente e diretor executivo da Cummins Inc.

Lançamento do Cummins PLANET 2050


A estratégia, chamada PLANET 2050, está focada em três áreas prioritárias: abordar as mudanças climáticas e as emissões atmosféricas, usar os recursos naturais da maneira mais sustentável e melhorar as comunidades. O Cummins PLANET 2050 ainda inclui oito objetivos específicos, programados para 2030, bem como metas ambiciosas para 2050 e é a estratégia de sustentabilidade ambiental mais abrangente e ambiciosa já adotada pela empresa.

As novas metas específicas da Cummins para 2030, relacionadas a peças, produtos, instalações e operações


Fazendo a nossa parte para lidar com as mudanças climáticas e as emissões atmosféricas

- Reduzir as emissões absolutas de gases de efeito estufa de instalações e operações em 50%.
- Redução em 25% das emissões absolutas de gases de efeito estufa ao longo da vida útil de produtos recém-vendidos.
- Realizar parceria com os clientes para reduzir as emissões de gases de efeito estufa de produtos em campo em 55 milhões de toneladas.
- Reduzir as emissões de compostos orgânicos voláteis das operações de pintura e revestimento em 50%.

Usando os recursos naturais da maneira mais sustentável

- Criar um plano de ciclo de vida circular para que cada peça use menos, use melhor e use novamente.
- Gerar 25% menos desperdício em instalações e operações como porcentagem da receita.
- Reutilizar ou reciclar com responsabilidade 100% dos plásticos das embalagens e eliminar os plásticos de uso único em instalações para refeições, instalações de funcionários e eventos.
- Reduzir o consumo absoluto de água nas instalações e operações em 30%.

A Cummins fará investimentos para atingir as metas, o que exigirá novas tecnologias e recursos. A empresa traz em seu histórico o desenvolvimento de metas desafiadoras sempre encontrando maneiras de alcançá-las. Como a Cummins fez com as metas ambientais passadas, o progresso nas metas para 2030 será avaliado e comunicado periodicamente.

“Nossa visão para 2050 é um mundo em que a Cummins capacita o trabalho realmente importante do mundo com produtos e operações neutros em carbono. Como nossas comunidades e negócios dependem de um planeta mais saudável, vamos tomar ações fortes sobre as mudanças climáticas, trabalhar em direção a um futuro em que não desperdicemos nada, além de garantir que nossas comunidades sejam melhores”, disse Brian Mormino, diretor executivo de Estratégia e Conformidade Ambiental Mundial da Cummins.

Em 2020, a Cummins lançará um programa ambiental estratégico da comunidade para alinhar seus esforços e afirmar seu compromisso com o meio ambiente como uma das três áreas prioritárias da comunidade da empresa. Além disso, como parte de seu foco nas comunidades e nos recursos naturais, a Cummins ingressou no CEO Water Mandate, focado em enfrentar os desafios globais da água por meio da administração corporativa de recursos hídricos, em parceria com as Nações Unidas, governos, organizações da sociedade civil e outras partes interessadas.

A Cummins continuará trabalhando em parceria com outras pessoas para advogar por regulamentos rígidos, claros e aplicáveis ​​em todo o mundo para lidar com as emissões atmosféricas e para políticas climáticas baseadas na ciência. No início deste ano, os executivos da Cummins testemunharam diante de dois comitês do Congresso dos EUA, defendendo que a legislação deveria incluir metas de emissões em nível nacional para aplicações específicas de produtos, segurança regulatória e cronogramas de implementação realistas. Eles também apoiaram robustos investimentos federais em pesquisa e desenvolvimento, concederam programas para adoção de novas tecnologias e incentivos fiscais.

“Reconhecemos que alcançar nossa estratégia exige que a Cummins invista em novas tecnologias, juntamente com o desenvolvimento, implementação e aplicação pelos governos de regulamentações claras que reduzem as emissões de gases do efeito estufa e de ar em toda a economia. Continuaremos a trabalhar com associações comerciais, nossos clientes, fornecedores, líderes comunitários e outras partes interessadas para defender políticas alinhadas com nossas metas para 2050”, afirma Mormino.

Uma equipe de especialistas criou o plano da Cummins após consultar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, analisando as melhores práticas globalmente, considerando as necessidades exclusivas das partes interessadas da empresa e realizando uma análise interna significativa. Em 2017, a Cummins se comprometeu formalmente a desenvolver metas fundamentadas na Meta Baseada em Ciência, que fornece uma estrutura para o cálculo das metas de gases de efeito estufa para produtos e instalações que estão alinhadas com as recomendações dos cientistas climáticos.

Em 2019, a Cummins foi nomeada pelo S&P Dow Jones Sustainability Index para a América do Norte pelo 14º ano consecutivo. Em 2006, a empresa estabeleceu sua primeira meta de energia para instalações e gases de efeito estufa e ingressou no programa Líderes Climáticos da EPA dos EUA - afirmando firmemente seu compromisso em lidar com as mudanças climáticas. Em 2014, a empresa lançou um plano global de sustentabilidade ambiental com objetivos de instalações em água, resíduos e energia. O progresso em relação às metas é relatado publicamente anualmente no Relatório de Progresso em Sustentabilidade da Cummins.

Cummins Brasil
Textofinal de Comunicação Integrada

Leia> O Brasil Sobre Rodas

LIVRO NEGÓCIOS VERDES ORIENTA PARA GESTÃO LIMPA E QUE RESPEITE O MEIO AMBIENTE

Obra da Editora Metodista reúne alertas e dicas de ações empresariais responsáveis.


Atitudes como imprimir os dois lados do papel e promover logística reversa, ou seja, o próprio fabricante recolher resíduos de seu produto, parecem descomplicadas, mas são pouco praticadas. O setor empresarial caminha devagar rumo ao que se chama de produção limpa, que respeite os recursos naturais e não agrida o meio ambiente.

“Não se trata de parar de produzir, mas mudar a forma de se produzir nestes tempos em que a inovação é tão valorizada”, afirma professora Tassiane Boreli Pinato, do Núcleo de Sustentabilidade da Universidade Metodista de São Paulo, que organizou ao lado da também docente Márcia Sartori a obra Negócios Verdes - Um Novo Caminho para a Gestão Empresarial de Sucesso (Editora Metodista).

São 10 capítulos divididos em três partes e contendo farto material de docentes e especialistas alertando para o comprometimento do solo, poluição atmosférica, geração de resíduos e rejeitos frutos de processos empresariais que se esgotaram, entre outros. Mas o livro também traz exemplos e conteúdos esclarecedores sobre práticas de boa governança, desenvolvimento social, economia circular e estratégias empresariais comprometidas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

A Universidade Metodista de São Paulo integra o capítulo Brasil do Pacto Global e do PRME (Princípios para Educação Executiva Responsável das Nações Unidas), que buscam formar gestores preocupados com processos e manufaturas responsáveis.

Os temas foram divididos em partes.  A primeira aborda como “A sustentabilidade pode gerar valor econômico e promover desenvolvimento sustentável”. O segundo bloco fala do “Valor do desenvolvimento social como justiça social” e o terceiro, “Práticas sustentáveis: ferramentas para o desenvolvimento econômico e sustentável”.

Ficha técnica
Negócios Verdes
ISBN: 978-85-7814-403-6
Páginas: 207
Formato: 16x23
Preço de venda: R$ 55,00
1ª edição / 2019

sábado, 16 de novembro de 2019

TRITON YACHTS APRESENTA DOIS BARCOS INÉDITOS NO RIVIERA BOAT WEEK

Triton 370 Targa

A Triton Yachts expõe até a próxima semana, domingo (24), das 15h às 22h, dois modelos de barcos durante o 4º Riviera Boat Week, feira náutica que acontece no estacionamento do Rivieira Shopping, na praia Riviera de São Lourenço, uma das mais desejadas no litoral de São Paulo, na cidade de Bertioga. São duas embarcações de pequeno e médio porte nas categorias de 30 a 37 pés, a Triton 370 Targa e a arrojada Triton 300 Sport, com design superesportivo.

A participação no 4º Riviera Boat Week acontece através da parceira da marca, no litoral paulista, com a Piraboat Náutica. “Apesar de estarmos pela primeira vez no evento, a Triton Yachts já é uma marca reconhecida na região. Temos muitas embarcações navegando no litoral de São Paulo e, inclusive, em Bertioga. É uma região valorizada e muito procurada por veranistas. Participar do evento, que está se consolidando no calendário, é também uma forma de se aproximar dos clientes além de gerar negócios”, explica o diretor de marketing da Triton Yachts Allan Cechelero.

O Riviera Boat Week tem entrada gratuita. Ao todo, serão cerca de 15 barcos em exposição, além de motos, motos aquáticas, carros e acessórios premium.

Triton 370 Targa - Com 37 pés (quase 11 metros de comprimento), a Triton 370 Targa se diferencia pela excelente performance para a navegação aliada ao conforto das cabines, aproveitamento de espaços e tecnologia empregada. Conta com agradáveis espaços para convivência e relaxamento, como espaço gourmet com churrasqueira e pia na praça de popa, e solário na proa para banhos de sol. Possui banheiro, duas camas de casal para pernoite, área de estar e cozinha. O barco vem com equipamentos modernos de navegação, eletrodomésticos, mobiliários e revestimentos de alto padrão e durabilidade.  A embarcação tem capacidade para receber até 12 convidados durante o dia e 4 pessoas para pernoite.

Triton 300 Sport 



Na categoria de 30 pés, a Triton Yachts oferece linha com design clássico ou esportivo. Para o 4º Riviera Boat Week, a marca levará a arrojada Triton 300 Sport que possui excelente desempenho na navegação com boa aceleração, frenagem e capacidade de fazer curvas com velocidade. Tem características marcantes como exterior com linhas mais modernas e estofados esportivos. Com mais de 9 metros de comprimento, tem capacidade para até 10 pessoas durante o dia e quatro para pernoite. O modelo impressiona pelo aproveitamento de espaços em seu interior. Possui mesa para refeições, sofá, frigobar, além de cozinha, banheiro, cama de casal e uma área com sofá que também pode ser transformada em cama adicional. 

Serviço
4º Riviera Boat Week – com exposição de modelos Triton Yachts
De 14 a 24 de novembro, das 15 às 22h
Rivieira Shopping
Av. da Riviera, 1256 
Riviera de São Lourenço, Bertioga - SP
Acesso gratuito

A Triton Yachts é uma consagrada linha de barcos projetada e construída pelo estaleiro Way Brasil que está há mais de 30 anos no mercado. A marca, lançada há quase 20 anos, é produzida em uma área de 6.500 m² na região metropolitana de Curitiba. Possui um portfólio variado de modelos que vão de 23 a 52 pés. Segurança, qualidade construtiva, suporte aos clientes e constante inovação em termos de design e materiais são alguns dos pilares na trajetória da marca fundada por um dos mais experientes projetistas náuticos do país.

Triton Yachts
Rotas Comunicação

Leia> O Brasil Sobre Rodas

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

GOL AIRPORT RUN 2019 TRANSFORMA O AEROPORTO DE GUARULHOS EM PISTA DE CORRIDA

Experiência promete reunir 1.500 apaixonados pelo esporte em disputa que celebra a qualidade de vida.


Adeptos da velocidade, dos esportes e da pontualidade, atributos inerentes ao universo da GOL, têm motivos para já começar o aquecimento. No dia 1º de dezembro, às 11h, será dada a largada do GOL Airport Run 2019, uma experiência que envolve não somente competição, mas também a celebração à qualidade de vida, tendo como palco o GRU Airport - Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, para uma corrida e caminhada de 5 km.

A GOL Airport Run 2019 tem patrocínio da GOL, que detém o naming right do evento, e organização a cargo da Sports Fuse, empresa de marketing esportivo, e da Reserva de Ideias, de marketing consciente. A Childhood Brasil, ONG com 20 anos de história e 500 projetos distribuídos em 16 países, oferece o apoio social. Essa organização, fundada pela Rainha Silvia, da Suécia, é reconhecida pelas ações que resguardam crianças em risco de violência e abuso sexual, e receberá parte da renda arrecadada com a captação de patrocínios.

São esperados 1.500 participantes para a corrida deste ano. O evento esportivo conta ainda com o apoio da GRU Airport, concessionária responsável pelo Aeroporto Internacional de São Paulo, e acontecerá no entorno do Terminal 3, em áreas restritas que incluem asfalto, terra e cascalho (próximo ao Pátio 6 do terminal). Vale ressaltar que não se fará uso das pistas de pousos e decolagens do aeroporto.

“O foco em experiências e o desejo de transparecer as mudanças positivas vividas pela empresa certamente refletem nesse olhar especial que a GOL vem dedicando de forma crescente ao esporte”, afirma Loraine Ricino, diretora de marketing da Companhia. A GOL já patrocina as seleções brasileiras de futebol e estará entre as principais marcas de suporte à Florida Cup 2020, a ser realizada em janeiro, nos Estados Unidos, entre outras ações de marketing esportivo.

O primeiro lote dos ingressos para a corrida, a R$ 85, estava disponível até 2 de novembro. De 3 a 22 de novembro, data final de inscrição, ficará vigente o segundo lote, a R$ 95. A compra dá direito a um kit com sacochila, camiseta de poliamida, número de peito, chip de cronometragem, brindes e medalha de participação. A entrega desses acessórios acontecerá entre 06h30 e 10h30 da manhã no check-in H do Terminal 3 do GRU Airport, e o evento será concluído às 13h, após a premiação. Os 3 primeiros colocados na modalidade corrida, feminino e masculino, serão premiados com passagens da GOL para qualquer destino nacional e internacional operado pela Companhia. Grupos de corredores têm direito a desconto nas inscrições. Mais detalhes e informações no site www.golairportrun.com.br. 

GOVERNO DE SÃO PAULO E UBER ANUNCIAM INTEGRAÇÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO AO APLICATIVO NA REGIÃO METROPOLITANA

Novo recurso vai exibir no app informações em tempo real de linhas de ônibus, trens e metrô da Grande São Paulo.



O Secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, e a diretora geral da Uber no Brasil, Claudia Woods, anunciaram nesta quinta-feira (14), no Palácio dos Bandeirantes, um novo recurso do aplicativo que integra os transportes público e privado na região metropolitana de São Paulo. O serviço conta agora com informações sobre linhas de ônibus, metrô e trens direto no aplicativo da Uber, permitindo que o usuário compare as opções disponíveis e planeje viagens completas ou parciais utilizando transporte público, com instruções passo a passo e itinerários em tempo real fornecidos por empresa especializada.

"A população deseja se deslocar de forma cada vez mais prática e um serviço como esse permite às pessoas planejar melhor suas viagens de ponta a ponta, podendo escolher o transporte público sempre que for mais conveniente e também complementar com viagens de transporte privado no começo ou no final dos percursos, algo que já vemos acontecer hoje em dia", afirmou Baldy.

Na prática, depois que o usuário digitar o destino no aplicativo da Uber, ele verá a opção "Transporte Público" junto com as outras modalidades de transporte privado disponíveis, como UberX ou Uber Juntos. Uma vez selecionada a opção, serão exibidas as melhores rotas para se chegar ao destino usando a rede de transporte público, com horários de partida e chegada atualizados, além de instruções de caminhada para os pontos de embarque e desembarque.

Para facilitar comparações, o app continuará exibindo preços e horário de chegada estimado de todas as opções, inclusive do "Transporte Público".

"A modalidade reforça a estratégia da empresa de adicionar mais serviços à sua plataforma, incluindo novas opções de mobilidade. A verdade é que, em muitas situações, o transporte público é a opção mais rápida e mais barata, então queremos ajudar nossos usuários a tomar decisões informadas. A Uber é um complemento ao transporte público e acreditamos que, mostrando sempre aos nossos usuários a melhor opção, mesmo que não seja uma viagem de Uber, vamos construir sua confiança e ajudar a melhorar a vida nas cidades", disse Claudia.

São Paulo é a décima metrópole global a contar com a opção de "Transporte Público" no aplicativo da Uber, ao lado de Washington e Nova York. O serviço já está presente também em cidades como Londres, Sydney, Paris e Denver, onde a integração deu mais um passo e os usuários já podem comprar a passagem de transporte direto no aplicativo.

O novo recurso vai aparecer para grupos de usuários da Uber gradualmente, ao longo das próximas semanas, conforme as atualizações do aplicativo.

Secretaria Especial de Comunicação
Assessoria de Imprensa

Leia> O Brasil Sobre Rodas

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

INCÊNDIOS NO PANTANAL PREJUDICAM SOBREVIVÊNCIA DA ARARA-AZUL

Especialista alerta para graves consequências nas futuras estações reprodutivas da espécie, símbolo do Pantanal, e demais animais da biodiversidade local



A lista de espécies ameaçadas de extinção é extensa, haja vista as atuais condições climáticas no mundo, a exploração ambiental e a urbanização desordenada, que cresce a cada dia. A arara-azul, que encanta com sua beleza e saiu oficialmente da lista brasileira de animais ameaçados de extinção, em 2014, ainda sofre e luta contra sua vulnerabilidade. 

Geralmente, essa espécie só começa a se reproduzir a partir do sétimo ano de vida e, em média, a fêmea tem até dois filhotes, porém, muitas vezes, só um acaba sobrevivendo por conta de sua fragilidade. Uma vez que essa espécie já possui dificuldade para se reproduzir e foi muito explorada por conta das suas belas penas, a Fundação Toyota, há 10 anos, resolve u se juntar com o Instituto Arara Azul com o objetivo de defender a ave, criando o maior Centro de Reprodução das araras-azuis na natureza.

Situado no Pantanal, o Refúgio Ecológico Caiman (REC), que cedeu uma base de campo para a devida ação, abriga a equipe do Instituto Arara Azul, cuja missão é realizar o manejo das aves e ninhos, instalar cavidades artificias e proteger, ainda, ovos e filhotes de predadores por meio da instalação de placas de metais nos troncos das árvores.


Embora haja entidades e especialistas na linha de frente para que a espécie não volte a listar o documento oficial do Ministério do Meio Ambiente, recentemente, queimadas no Caiman colocaram a arara-azul e a biodiversidade pantaneira em perigo. Por conta de diversos fatores, como baixa umidade do ar, alta temperatura, ondas de calor, matéria orgânica seca em demasia e alta velocidade do vento, o fogo atravessou o rio Aquidauana, no início de setembro, e acabou atingindo a fazenda, afetando cerca de 60% de seu território, em diferentes graus de intensidade.

De acordo com um primeiro estudo de avaliação do impacto do fogo, realizado pelo Instituto, que vem atuando fortemente nos cuidados com as araras-azuis e outras espécies, dos 98 ninhos monitorados, 54 estavam ocupados com ovos ou filhotes, sendo que 39 eram de araras e 15 de outras espécies de aves. Além disso, havia 30 ninhos sendo preparados pelas araras ou em disputa com outras aves. Estavam vazias 14 cavidades. Dos 98, 33% foram atingidos em diferentes níveis de gravidade, dos quais apenas dois foram perdidos totalmente.

“Após o grande incêndio, o maior trabalho realizado tem sido o monitoramento constante, pois isso evita agravantes como disputas por ninhos, ocupação de cavidade por insetos ou outras aves que perderam seu habitat, bem como aumento nas taxas de predação, principalmente, por mamíferos”, afirma Neiva Guedes, presidente do Instituto Arara Azul, que também é professora doutora do Programa de Pós-graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional da Universidade Anhanguera Uniderp. 

Para evitar esses e outros males, foi feita a instalação de cinta metálica em todos os ninhos ativos. Além disso, ninhos artificiais estão sendo trocados ou reinstalados em substituição aos ninhos atingidos – tanto na Caiman, como em outras regiões: Aquidauana, Miranda, Bonito e Jardim.

Outra grande preocupação dos biólogos é a destruição dos hectares de espécies arbóreas fundamentais para sobrevivência da arara-azul: o Manduvi, propício para a reprodução, e as palmeiras, que produzem as castanhas do acuri e bocaiuva, principal alimento da espécie na região.

“A alimentação, até agora, não era um fator limitante. Mas com os incêndios, hectares e mais hectares da palmeira do acuri foram totalmente destruídos. Mesmo sendo fundamental para as araras-azuis, essa planta é a chave para várias outras espécies que se alimentam da sua polpa”, explica Neiva.

A resiliência da natureza



A pesquisadora ressalta que a natureza é extremamente resiliente, no entanto, embora a fauna esteja voltando, e alguns exemplares da flora rebrotando nas regiões atingidas, os resultados podem demorar a aparecer. “Algumas espécies da vegetação vêm se recuperado, rapidamente, após as primeiras chuvas. Porém outras, mais sensíveis, levarão um tempo para voltar ao estágio que estavam anteriormente. Até lá, a fauna, que depende da produção de flores e frutos, poderá passar por períodos de escassez de alimentos”, finaliza.

Fundação Toyota do Brasil

Há 10 anos, a Fundação Toyota do Brasil foi criada para atuar na conservação do meio ambiente e na formação de cidadãos. As atividades do braço social da montadora vão além das regiões onde a empresa atua.

Nacionalmente, além do Projeto Arara Azul, que tirou a espécie da lista brasileira de animais ameaçados de extinção, a Fundação Toyota do Brasil patrocina desde 2011 o Projeto Toyota APA Costa dos Corais, em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), do governo federal. No Sudeste, a entidade desenvolve o Águas da Mantiqueira, uma pesquisa de conservação da biodiversidade como foco no uso ordenado de bacias hidrográficas da Serra da Mantiqueira.

Regionalmente, a Fundação Toyota do Brasil aplica uma metodologia exclusiva da montadora em órgãos públicos e em ONGs a fim de reduzir o consumo de recursos naturais das cidades que fazem parte da Região Metropolitana de Campinas e Sorocaba por meio do projeto Ambientação. Localmente, a entidade agrega ainda outras ações sociais implantadas e mantidas nas comunidades onde a empresa possui unidades, como Indaiatuba (SP), Guaíba (RS), Porto Feliz (SP), Sorocaba (SP) e São Bernardo do Campo (SP). As iniciativas compreendem as áreas de educação e meio ambiente.

Para mais informações, visite o site da Fundação Toyota do Brasil na internet www.fundacaotoyotadobrasil.org.br.

Fundação Toyota do Brasil

PARA INCENTIVAR A PREVENÇÃO DO CÂNCER DE PRÓSTATA CARTÃO LEGAL FAZ PARCERIA COM A DOCCTOR MED


O Cartão Legal, empresa especializada na implantação e gerenciamento em sistemas de bilhetagem eletrônica, lançou uma campanha para incentivar a prevenção do câncer de próstata. Durante todo o mês de novembro, por intermédio de uma parceria com a Docctor Med, clínica médica de São Bernardo do Campo, os clientes homens acima de 40 anos do Cartão Legal terão descontos exclusivos na realização de exames preventivos.

“O objetivo é incentivar o cuidado com a saúde e colaborar para a redução de incidência de casos entre os homens adultos”, destaca Milena Braga Romano, presidente da Cartão Legal. Segundo dados do INCA - Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres.

Mais do que qualquer outro tipo, este é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. O aumento observado nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos diagnósticos (exames), pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida.

Prevenção

Está comprovado que uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, ajuda a diminuir o risco de câncer, como também de outras doenças crônicas não-transmissíveis. Hábitos saudáveis são recomendados, como fazer, no mínimo, 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

A idade é um fator de risco importante para o câncer de próstata, uma vez que a incidência como a mortalidade aumentam significativamente após os 50 anos. Pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos pode aumentar o risco de se ter a doença de 3 a 10 vezes comparado à população em geral, podendo refletir tanto os fatores genéticos (hereditários) quanto hábitos alimentares ou estilo de vida de risco de algumas famílias.

Por fim, 90% dos casos diagnosticados em fase inicial têm cura, desde que o diagnóstico e o tratamento sejam feitos em fase inicial. É muito importante que os homens comecem a se cuidar de forma rotineira, independente de sentirem algo ou não.

Para saber mais entre em contato com a Docctor Med
Tel: (11) 3380-1503
Whatsapp: (11) 94176-3302
Av. Lucas Nogueira Garcéz, 357 
Jardim do Mar, São Bernardo do Campo - SP

Cartão Legal
Secco Consultoria de Comunicação

Leia> O Brasil Sobre Rodas

RECEITA CONTRA A CRISE É TER UM BOM TIME E FOCO NA GESTÃO

Uma das maiores empresas de implementos rodoviários (para o segmento leve) do país, a 4TRUCK Soluções Sobre Rodas, vem registrando altas seguidas nas vendas e no faturamento nos últimos anos. A indústria - sediada em Guarulhos e que ainda produz unidades móveis e oferece serviços para equipamentos instalados em veículos sobre chassi - vai no sentido oposto de muitas empresas que, durante a crise, acabaram encerrando as atividades.

Prova disso é que a indústria fechou 2018 com aumento de 120% nas vendas e dobrou o faturamento ante 2017. Mesmo em anos anteriores, o crescimento também foi contínuo.

Questionado, o CEO da 4TRUCK, Osmar Oliveira, revelou a "receita" para driblar a crise econômica, que afetou negativamente muitas indústrias, incluindo concorrentes. Segundo ele, tudo se resume a "um bom time e foco na gestão". "Procuramos manter nossa estrutura enxuta, identificar oportunidades de redução de custos o tempo todo e surpreender o cliente em relação ao que foi contratado", destacou o empresário, eleito recentemente como o "Industrial do Ano" pelo sistema FIESP-CIESP de Guarulhos.

A questão envolvendo a administração é tão latente que, para o gestor da implementadora, a análise contínua do cenário é fator primordial dentro do setor. "Difícil avaliar o que houve com os concorrentes que ficaram pelo caminho. O mercado de implementos é bastante complexo e de margem muito baixa. Um descuido na gestão pode ser fatal".

Para Oliveira, mesmo com a 4TRUCK crescendo em tempo recorde, ainda há muito trabalho pela frente. "Não entendo que chegamos, mas que estamos no caminho. Muito do conquistamos, até então, é resultado de um bom trabalho conjunto".

Sobre novidades envolvendo projetos a médio e longo prazo, Oliveira enfatiza que, por enquanto, ele está concentrado em organizar a nova sede da implementadora "Por hora, estamos empenhados em arrumar a casa, que é bastante grande em relação à anterior, e que vai nos consumir muito tempo e energia", finalizou.

Fundada em 2012, a 4TRUCK é fornecedora de implementos rodoviários para o transporte de cargas (baús e carrocerias) e de unidades móveis para toda linha de caminhões e vans sobre chassi, além de possuir unidade de serviços para a manutenção dos equipamentos. Em apenas sete anos tornou-se uma das principais fabricantes de implementos do Brasil e atualmente também é referência em soluções sobre rodas para prover mobilidade em negócios diversos.


quinta-feira, 7 de novembro de 2019

FUNCIONÁRIA PADRÃO METRA 2019 COMEÇOU SUA CARREIRA COMO JOVEM APRENDIZ

Na última semana, a Metra realizou a eleição do Funcionário Padrão Metra 2019. Em sua 22ª edição, a premiação teve como objetivo valorizar e motivar as pessoas da empresa para promover o crescimento e o comprometimento dos funcionários e assim, atender ainda melhor todos os clientes. Foram premiados 45 colaboradores das áreas de Administração, Fiscalização, Higienização, Infraestrutura, Manutenção, Motorista e Terminais, que ganharam viagem, com acompanhante, para destinos no Brasil.

A Funcionária Padrão Metra 2019 foi Joyce Carvalho da Silva, auxiliar de escritório, que iniciou como Jovem Aprendiz em 2013. “Ingressei na Metra como Jovem Aprendiz e hoje trabalho como auxiliar de escritório na área de contabilidade. Sempre busquei conhecimento, crescimento e tive ajuda de muitas pessoas para amadurecer, crescer profissionalmente, busquei me aperfeiçoar e, atualmente, estudo Ciências Contábeis”, contou.

Joyce Carvalho ao lado de Maria Beatriz Setti Braga, diretora da Metra. Foto: Pamela Carvalho.

Segundo Joyce, a Metra sempre ofertou oportunidades de crescimento e, antes de ir para a área de contabilidade, a colaboradora já passou por outros setores. Por ter se destacado, foi ocupando cargos cada vez maiores.

Para Maria Beatriz Setti Braga, diretora da Metra, a premiação Funcionário Padrão Metra tem como objetivo incentivar todos ao crescimento e aperfeiçoamento contínuo. “Valorizado, satisfeito e reconhecido, o profissional se sente motivado para ser ainda melhor no exercício de suas funções, quer seja no atendimento, na criação de novos projetos, vendas e relacionamento com o cliente”, destaca.

Pela eleição de funcionária padrão, Joyce Carvalho ganhou uma viagem para algum destino no Brasil, com acompanhante e R$ 5 mil. Em cada uma das áreas, um profissional foi eleito Destaque de área e recebeu, além da viagem, R$ 2 mil.

Os eleitos da 22ª edição do Funcionário Padrão Metra foram Joyce Carvalho da Silva, destaque na categoria Administração; Alexandre Gomes Cesário, em Fiscalização; Maria do Socorro, em Higienização; Vlademir Fernandes, em Infraestrutura; Renato Rodrigues Rosa, em Manutenção; Eraldo Vieira de Moraes, na categoria Motorista; e Maria Rosileide Alves da Silva, em Terminais.

O tema da cerimônia de premiação deste ano foi Globo de Ouro e artistas renomados foram representados no palco, como Michael Jackson, Sandy e Júnior, Lulu Santos, Tim Maia, Freddie Mercury, entre outros. Apresentações de dança também encheram os olhos emocionados dos funcionários da Metra e familiares, que participaram da premiação.