quinta-feira, 16 de agosto de 2018

ESTUDANTE ANDREENSE É CAMPEÃO PAULISTA NA OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA.

O aluno do 8º ano do Singular Júnior de Santo André, Danilo Almeida dos Santos, sagrou-se campeão paulista na OBMEP 2017 – Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e Privadas, além de conquistar a 6ª melhor colocação no Brasil.

Esta vitória é uma grande conquista para o singulariano e como forma de reconhecimento pelo excelente desempenho na competição acadêmica, nesta sexta-feira (17) às 10 horas, o Singular Júnior promoverá uma homenagem para o aluno, que recentemente esteve no Rio de Janeiro para receber sua medalha. No domingo (19) ele será novamente homenageado em solenidade no Cenforpe, em São Bernardo do Campo.

De acordo com a diretora Daisy Piccoli, a solenidade visa valorizar a conquista do aluno, além do empenho do corpo docente e, principalmente, incentivar os demais estudantes para que se motivem a trilhar o caminho dos estudos com dedicação. Em olimpíadas do conhecimento, o Singular já soma mais de 300 medalhas e neste ano comemora 52 anos de serviços prestados à educação.

MP & Rossi Comunicações.

Leia> O Brasil Sobre Rodas.

DOCUMENTÁRIO GRATUITO SOBRE DIREITO À MORADIA NO BRASIL ESTREIA NESTA SEXTA-FEIRA NO CINESESC.


“Quem Mora Lá” convida para uma reflexão sobre a situação de diversas famílias brasileiras.


Em “Quem Mora Lá” uma lupa é lançada na vida de famílias moradoras da comunidade de Pocotó, situada no bairro de Boa Viagem em Recife (PE), que têm sua moradia ameaçada por um mandato de reintegração de posse e decidem ocupar um dos vários prédios abandonados no centro de Recife, o Edifício SulAmérica.

A história, ao apresentar a vida de alguns moradores de uma mesma família do Pocotó, revela a profundidade da violência sistêmica à qual está sujeita a população pobre do País, e não só a dessa comunidade.

Todas as histórias do documentário parecem retratar as mesmas situações: a impossibilidade de encaixar o aluguel na renda mensal familiar, a falta de oportunidades de geração de renda, o descaso do poder público, o preconceito social, enfim, a violência, em suas diversas formas, como rotina.

São apresentados personagens presos em um ciclo vicioso de pobreza, que eles não têm condições de quebrar, situação comum a vários estados do País.

Para Conrado Ferrato, um dos diretores do filme, “vivemos em cidades doentes, pensadas dentro de uma lógica de reprodução de capital, ignorando as verdadeiras demandas da população.” Ele participará de um debate após a exibição de estreia no dia 17/08, às 21h no CineSesc, junto a Rafael Crespo, também diretor, e a Socorro Leite, diretora executiva nacional da Habitat para a Humanidade Brasil, ONG incentivadora do filme. Para Conrado "nas cidades espetáculo que a elite procura construir - com obras cada vez mais estapafúrdias e menos inclusivas - os pobres ficam sempre escondidos e apertados nas coxias. Mesmo sendo a maioria”.

“O filme retrata a vida das famílias que demandam por moradia e que por falta de resposta do Estado, constroem seu próprio lugar na cidade. Há uma imensa desigualdade na ocupação da cidade e as ameaças de despejo e remoção acabam contrastando profundamente com os inúmeros imóveis abandonados nas cidades. Habitat trabalha para que essas desigualdades sejam reduzidas e para que as pessoas mais pobres possam ter seu direito à cidade assegurado”, afirma Socorro. O documentário é uma realização da produtora Valete de Copas em parceria com a Habitat para a Humanidade Brasil (https://habitatbrasil.org.br/), através do apoio da Open Society Budapest Foundation.

Os diretores são os mesmos responsáveis pelo filme ‘Limpam com Fogo’, documentário de 2017 que discute a epidemia de incêndios em favelas na cidade de São Paulo e a sua relação com a especulação. 

Serviço
Estreia do Documentário “Quem Mora Lá” em São Paulo, seguida de debate sobre o tema moradia no Brasil.
Data: 17 de Agosto (sexta-feira), às 21h
Local: Cinesesc – Rua Augusta, 2.075 – Cerqueira César
Ingressos: Gratuitos – retirar com 1h de antecedência.

A Habitat para a Humanidade Brasil atua no país há mais de 25 anos. Aproximadamente 76 mil pessoas já foram atendidas pela organização social em 11 estados, na construção ou melhoria de suas casas, assim como no acesso à água em regiões de seca. Há mais de 10 anos, também trabalha em espaços democráticos para propor e incidir por políticas públicas de acesso à moradia. Além disso, a organização promove capacitações para fortalecimento de mulheres, jovens, lideranças e comunidades e, através de ações de voluntariado e mobilização, busca envolver a sociedade na luta pelo direito à cidade e à moradia adequada. A missão da organização é possibilitar, para o maior número de famílias possível, um ambiente seguro e saudável onde alcancem a força, estabilidade e autossuficiência necessárias para construir uma vida melhor. A organização não governamental, sem fins lucrativos, faz parte da rede Habitat for Humanity, presente em mais de 70 países.

Lead Comunicação

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

AIRBUS RENOVA PARCERIA COM USP DE SÃO CARLOS.


Iniciativa reforça o investimento da empresa a longo prazo na área de educação e o compromisso com o país.


A Airbus continua reforçando seus investimentos em educação no Brasil. A empresa anunciou nesta terça-feira, durante a Latin American Business Aviation Conference & Exhibition (LABACE), que ocorre no Aeroporto de Congonhas (SP), a renovação da parceria com a Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (EESC – USP). Há 10 anos, a Airbus apoia o curso de Engenharia Aeronáutica da EESC-USP e dá aos estudantes a oportunidade de estágios de longa duração nas instalações da empresa na Europa.

Desde 2009, os estudantes têm recebido oportunidades únicas de colocação nos módulos da estação espacial internacional e instalações de helicópteros, na Alemanha, e aeronaves comerciais, na França. Ao todo, mais de 90 alunos já beneficiaram desse programa enriquecedor de estágio profissional.

"Investir em educação e no futuro das comunidades onde atuamos é um dos nossos principais objetivos. O Brasil é um celeiro de talentos e por isso que a Airbus continua investindo na área de educação para estimular a paixão pela ciência e a formação de novos engenheiros e profissionais na indústria da aeronáutica", afirma Richard Marelli, presidente da Helibras e Head of Country da Airbus no Brasil.

Os investimentos da Airbus no país também se estendem a outros projetos na área de educação. Neste ano, a companhia lançou o Flying Challenge, que vai ajudar crianças do ensino fundamental de Itajubá (MG), sede da empresa. O projeto da Airbus Foundation, já beneficiou mais de 4.600 crianças e adolescentes em cinco países e chegou à América Latina pela primeira vez.

A Airbus também lançou neste ano a 6º edição da competição global Fly Your Ideas, em parceria com a UNESCO. A iniciativa desafia estudantes de universidades de todo o mundo a mudar o futuro da aviação com projetos inovadores em sustentabilidade, engenharia e design. Nas edições anteriores, os estudantes brasileiros demostraram grande talento e capacidade de inovação entre as mentes mais brilhantes da nova geração.

Além disso, a Airbus também patrocina o Prêmio Estudante do Ano, destinado a reconhecer o melhor aluno do curso de engenharia aeroespacial do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Na última edição, o estudante premiado teve a oportunidade única de vivenciar a Airbus em ação, acompanhando engenheiros da Airbus por toda a Europa e participar de air shows internacionais patrocinados pela Airbus.

A Airbus tem se dedicado à educação de forma continuada e está muito envolvida com o desenvolvimento dos jovens brasileiros, estimulando sua paixão pela ciência e compromisso com o futuro.

A Airbus é líder mundial em aeronáutica, espacial e serviços relacionados. Em 2017, registrou faturamento de €59 bilhões de euros redeclarado dentro do padrão IFRS 15 e empregou cerca de 129 mil profissionais. A Airbus oferece a mais completa gama de aviões de passageiros de 100 a mais de 600 assentos. A empresa também é a líder europeia no fornecimento de aviões-tanque, de combate, transporte e missão, bem como uma das empresas líderes globais na área espacial. Em helicópteros, a Airbus fornece as mais eficientes soluções em modelos civis e militares em todo o mundo.

 JeffreyGroup Brasil.

Leia> O Brasil Sobre Rodas.

IATE FABRICADO NO BRASIL SERÁ APRESENTADO EM CANNES.


Pela primeira vez em um boat show na Europa, o iate Verve 40, fabricado exclusivamente na unidade produtiva brasileira da Azimut Yachts, será apresentado em Cannes


Produzido apenas na sede brasileira do estaleiro Azimut Yachts, a Azimut Verve 40, embarcação que alia elegância e conforto com esportividade e tecnologia, vem conquistando público de várias regiões do mundo e reforçando a sua presença no mercado internacional. Foi por essa razão que a matriz global da marca, com sede na Itália, escolheu esse modelo para integrar a frota de 18 iates que serão as estrelas do Cannes Yachting Festival, de 11 a 16 de setembro.

O desempenho dos 3 motores de popa de 350 HP cada é atrativo aos amantes de velocidade sobre as águas. O iate de 40 pés, que pode superar 40 nós de velocidade, se destaca pelo seu design esportivo e sofisticado. O pavimento principal é aberto, protegido por hard top (similar ao teto solar) e, na central de comando, conta com três poltronas ergonômicas esportivas revestidas em couro italiano e alta tecnologia em equipamentos de navegação. Espaço para refeições, estilo gourmet, na praça de popa, e áreas amplas para relaxamento e banhos de sol na proa são mais características. Mesmo com o foco em esportividade e lazer, o convés (pavimento) inferior também impressiona pela grandiosidade e arquitetura. Ampla cabine iluminada com banheiro, cozinha e sala de jantar compõem a área que carrega a excelência da marca no mobiliário, eletrodomésticos e acabamentos.

Em Cannes, de 11 a 16 de setembro, a Azimut Verve 40 estará ao lado de outras 17 embarcações da marca comercializadas nas mais diversas partes do mundo, incluindo 3 novidades internacionais como é o caso da Azimut S6 e dos megaiates Azimut Grande 32 Metri e Azimut Grande 25 Metri.

Exportações em alta

A Azimut Yachts, com quase 50 anos de história e líder mundial em fabricação de iates de luxo (Global Order Book), conta com 6 amplas fábricas, cinco delas na Itália e uma em território brasileiro, esta com 35 mil m2 de área. A planta Brasil, a mais nova do Grupo, inaugurada em 2010, está perto de chegar à marca de 200 iates de alto luxo já produzidos em solo brasileiro e mantém índices de crescimento em torno de 10% ao ano. Começou a exportar há cerca de 4 anos. Atualmente, modelos de iates fabricados no país (que seguem criteriosamente o mesmo padrão da matriz), como é o caso da Azimut Verve 40 que será exposta em Cannes, já integra a gama mundial, ou seja, é vendida para 70 países e uma rede de vendas de 138 escritórios.

Essa embarcação teve o seu lançamento há menos de 2 anos. Em pouco tempo, a Azimut Verve 40 se tornou sucesso nos Estados Unidos pelo seu conceito weekender, que privilegia o desempenho e as áreas de lazer para passeios diurnos sem deixar de lado o conforto e a sofisticação de sua cabine e outros espaços interiores dedicados para pernoite ou descanso. O modelo também já foi comercializado no Brasil, em outros países da América Latina, nos Emirados Árabes e já está atraindo a atenção do público europeu.

“Para nós é um orgulho saber que a produção feita aqui no Brasil segue exatamente todos os padrões exigidos pela matriz italiana. Por meio do renome mundial, da qualidade de nossos produtos e da solidez da Azimut Yachts, o Brasil hoje também faz parte dessa história lançando tendências para o universo náutico, assim como já é feito pela marca há quase 50 anos. Com a força de nossa produtividade, isso certamente reflete em impulso à indústria, à geração de empregos e ao desenvolvimento”, explica o CEO da Azimut Yachts no Brasil Davide Breviglieri

“Além da Verve 40, em termos gerais no que se refere à exportação de nossos barcos, mais de 50% das vendas realizadas desde setembro de 2017 até hoje foram direcionadas ao mercado internacional. A expectativa é seguir mantendo a nossa força de vendas ao Brasil e também fortalecer a nossa presença no mercado externo, o que favorece ainda no impulso da produção nacional mesmo em um cenário de incertezas econômicas que o país vem atravessando”, complementa o executivo.

Azimut Yachts é uma marca do Grupo italiano Azimut|Benetti com matriz na Itália, reconhecido pela 18ª vez pelo Global Order Book (publicado pela Show Boats) como o maior produtor de iates de luxo do mundo. Opera em 70 países com uma rede de vendas de 138 escritórios. Além das fábricas localizadas na Itália, em 2010, inaugurou unidade de produção em território brasileiro, na cidade de Itajaí, SC. Na filial brasileira, fabrica embarcações de 40 a 100 pés.

Rotas Comunicação.

Leia> O Brasil Sobre Rodas.

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

AIRBUS ANUNCIA NOVO PRESIDENTE PARA A AMÉRICA LATINA E CARIBE.


Arturo Barreira (foto), atual vice-presidente de vendas da Airbus América Latina e Caribe, foi nomeado Presidente da Airbus para a região. Barreira traz para a função mais de 20 anos de experiência na liderança no ramo de aviação global e responderá diretamente para Eric Schulz, Chief Commercial Officer da Airbus, e Jeff Knittel, presidente do conselho e CEO da Airbus nas Américas.

O atual presidente da Airbus para a América Latina e Caribe, Rafael Alonso, anunciou que vai se aposentar depois de 40 anos no segmento de aviação comercial e ter participado diretamente da venda de mais de 2 mil aeronaves.

"Estamos profundamente agradecidos ao Rafael pelos 37 anos de liderança excepcional na empresa. Sua dedicação e espírito pioneiro posicionaram a Airbus para o continuo sucesso como a líder de mercado na região", disse Schulz, Chief Commercial Officer da Airbus. "Seu estilo de liderança focado nas pessoas, o conhecimento de mercado e relacionamentos construídos por Arturo na região o tornam excepcionalmente qualificado para liderar nossa empresa em busca de um sucesso ainda maior para nossos clientes e stakeholders na América Latina", disse Schulz.

Em 2012, Barreira foi nomeado vice-presidente de vendas da Airbus América Latina e Caribe, tendo anteriormente atuado como diretor regional de vendas desde 2005. Como um dos líderes da equipe de vendas da América Latina e Caribe que vem batendo recordes de pedidos nos últimos dez anos, Barreira impulsionou o sucesso do departamento regional de vendas para aviação comercial da Airbus, consolidando o lugar da empresa como líder do mercado regional.

O senhor Rafael Alonso passou a maior parte de sua carreira aumentando a presença, evolução e influência da Airbus em toda América Latina e Caribe. Sua carreira na Airbus teve início em 1984, quando ele foi destacado para a sede da Airbus em Toulouse como gerente regional de vendas. O espanhol subiu rapidamente na hierarquia da empresa, tornando-se vice-presidente de vendas na América Latina em 1987 e posteriormente se mudando para Miami para fundar o escritório regional oficial da Airbus no local em 2007. Foi nomeado presidente em 2014.

JeffreyGroup Brasil.

Leia> O Brasil Sobre Rodas.

CUMMINS BRASIL LANÇA MOTOR X15 PARA O MERCADO MARÍTIMO.


Novo motor começa a ser produzido oficialmente pela companhia no início de 2019, na planta de Rocky Mount, na Carolina do Norte


É no maior ponto de encontro da comunidade marítima da América do Sul que a Cummins lança o motor eletrônico X15 para o segmento. Durante a 15ª edição da Marintec South America, que acontece entre os dias 14 e 16 de agosto, no Centro de Convenções SulAmerica, no Rio de Janeiro (RJ), a desenvolvedora de powertrain apresenta sua nova aposta para o mercado, com atributos para atender a rebocadores, barcos de pescas, empurradores fluviais, transporte de passageiros, entre outras aplicações comerciais.

“Consideramos o mercado brasileiro de extrema importância, com potencial em diversas regiões, como a Norte, devido às altas demandas para o mercado de navegação fluvial, Nordeste e Sul, locais onde temos um número relevante de clientes para suportar”, diz Eric Marini, gerente de Produto da Cummins Marine.

A produção oficial do X15 está prevista para o início de 2019, na planta de motores Cummins em Rocky Mount, na Carolina do Norte, nos EUA. O novo produto da Cummins para o mercado marítimo traz inovações com foco na contribuição das operações, com baixo consumo de combustível e flexibilidade para atender embarcações que variam de 45 a 75 pés, dependendo da aplicação. A faixa de potência é ideal para demandas que variam entre 13 e 15 litros.

O Cummins X15 de 450 cavalos de potência (336 kW) e 600 cavalos de potência (447 kW) contínuos para propulsão e auxiliar de bordo atende aos rigorosos padrões de emissões Tier II da Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) Nível II e Organização Marítima Internacional (IMO).

Além de seguir a tendência downsizing de motores marítimos, contribuindo com espaços restritos das embarcações, baixo peso (1.450 quilos) e alta potência, o Cummins X15 utiliza o mais recente sistema de combustível Cummins XPI. Este, por sua vez, fornece maior pressão de injeção, resultando em uma queima de combustível eficiente para emissões limpas e economia de combustível otimizada.

Além da mais recente tecnologia de sistema de combustível, o X15 para uso marítimo utiliza o módulo inteligente de controle do motor Cummins, o CM2350, que oferece capacidade avançada de diagnóstico e monitoramento, bem como proteção do motor por meio de taxas reduzidas e desligamentos automatizados do motor para evitar falhas. A tecnologia CM2350 também possui monitoramento do sensor de combustível, funcionalidade de partida/parada do motor digital e pressão e temperatura da engrenagem.

“A eletrônica embarcada ainda traz a possibilidade do monitoramento digital do motor via satélite, como contribuição com as operações da embarcação”, afirma Marini. Ainda segundo o gerente, “o X15 é mais um exemplo de investimento contínuo da Cummins no mercado marítimo; introduzimos o motor de maior rotação do mercado global, o QSK 95, com mais potência e durabilidade que qualquer outro motor marítimo de alta velocidade de sua categoria. E agora o novo X15 reforça o compromisso Cummins de entregar os produtos que nossos clientes precisam para terem sucesso”.

O X15 foi desenvolvido para equipar barcos novos ou atender ainda serviços de repotenciamento, a exemplo de sua primeira aplicação global que ocorrerá em um barco de tripulação da Louisiana, nos EUA, substituindo um motor não Cummins. O troca irá contribuir com a eficiência e o desempenho da embarcação.

Linha Cummins Marine - A oferta completa de produtos Cummins para o mercado naval inclui motores de propulsão e auxiliares de bordo (mecânicos e eletrônicos) que variam de 6.7 até 95 litros e/ou 300 hp a 4.000 hp; pacotes Diesel Elétrico (de 358 kw a 1.825 kw) e geradores de bordo disponíveis entre 5 kw e 1.800 kw. Toda gama de produtos da Cummins Marine atende às mais rigorosas normas de emissões vigentes no País, IMO Tier II.

O mercado de geradores marítimo é atendido pela Cummins com produtos ONAN entre 5 e 90 kW e Cummins Marine para potências superiores, a serem usados como geradores de bordo, de emergência, e conjuntos para propulsão Diesel Elétrica. Segundo Colares, “nossos produtos são muito competitivos nesse mercado; produzimos 100% dos componentes principais de grupo geradores, ou seja, alternadores, motores e painéis de controle, sendo um importante diferencial em relação à concorrência.

CONSTRUÍDO PELA AIRBUS, O SATÉLITE AEOLUS ESTÁ PRONTO PARA O LANÇAMENTO.


O Aeolus, satélite para detecção de vento da Agência Espacial Europeia (ESA – European Space Agency), foi encapsulado com sucesso ao lançador Vega no Centro Espacial da Guiana, em Kourou, e está pronto para o lançamento no dia 21 de agosto.

Construído pela Airbus, o Aeolus será o primeiro satélite capaz de realizar uma observação global de padrões de elementos de vento diariamente e em tempo praticamente real.

A aeronave, que pesa 1,4 toneladas, conta com o chamado Aladin, um instrumento LiDAR (acrônimo de Light Detection and Ranging) que usa o efeito Doppler para determinar a velocidade do vento em diferentes altitudes.

Os dados obtidos pelo Aeolus garantirão valores confiáveis de padrões de vento em escala global, que são importantes tanto para meteorologistas, que buscam melhorar a precisão de previsões do tempo, quanto para climatologistas, que procuram compreender melhor a dinâmica global da atmosfera terrestre.

O Aeolus orbitará a Terrra 15 vezes por dia, com transmissão de dados para os usuários dentro de 120 minutos a partir da medição anterior em cada órbita. O ciclo de repetição de órbita é de sete dias (a cada 111 órbitas) e a espaçonave voará em uma órbita de 320 Km por três anos.

JeffreyGroup Brasil.

Leia> O Brasil Sobre Rodas.

CASA DA MÃE JOANA.
Por Marli Gonçalves*

POSTES DESENCAPADOS


Não encoste no poste. Eles são frágeis, sem ideias, a não ser as que colam neles, servem só para atravancar e segurar mal e porcamente os malditos fios que teimam em não ser enterrados. Agora, metidos, querem de novo participar das eleições.

Estaca, pau, toco, se já é difícil definir melhor os postes, agora eles tentam nos atrapalhar novamente nas eleições. Se estamos nessa penúria já é por causa de uma posta presidenta que caiu tarde, nos deixando a sua sombra da meia-noite, o vampiro que se escondia por detrás da chapa quente. Não é que agora estão tentando “emplacar” outros e outras?

Não sei se dar com a cara no poste é pior do que os acintes que nos impõem dia após dia. Auto concessão de aumentos de salários de e para quem já ganha o máximo e que, se aprovados, farão uma perigosa transmissão de valores para todas as esferas, ressonantes. Pior, quem poderia parar essa gracinha são justamente aqueles que – justamente pelos agraciados - serão julgados logo mais à frente.

Bem, e as aterradoras discussões do espetado país que solta para o Dia dos Pais quem matou o seu com requintes de crueldade?

Justiça? Querem debater para intervir sobre nossa cultura e religião, os nossos corpos, e aceitam, plácidos como postes inertes, que um preso por eles julgado, julgado e julgado se arrogue da porta para fora com megafone, receba mais visitas do que as casas da mãe joana, e ainda queira ser candidato à presidência da República. O espetáculo continua: agora, além do ap triplex, alguém já tinha ouvido falar da chapa triplex? Preso, poste, vice. Três em um. E um monte de inteligentinhos batendo palmas pros malucos dançarem. O que bebem para se encostar nos postes? Acham mesmo que essa é uma atitude avançada, de esquerda, de compromisso social, popular, correta?

Ou será apenas tanta insegurança que acham que seguir um líder, um Messias, um Bessias, os salvará? O mesmo com relação aos patriotinhas de araque, quem quer o poste Palmito, apelido que ele próprio disse que tem mostrando seus pálidos cambitos, e que pretende pendurar insígnias militares no nosso viver, contaminando tudo com toda a sua atroz ignorância.

O momento é sério. Estamos em grandes dificuldades. Não temos um candidato sequer que possa ser defendido sem ruborizar. Para relaxar, até porque já não tem mais outro jeito a não ser esperar o dia seguinte, estamos brincando, fazendo memes, até nos esforçando para tentar ouvi-los em debates e entrevistas para ver se, quem sabe, espremendo bem, sai algo que preste. E dia a dia só piora. Falam uma língua desconhecida, desqualificam nosso idioma, usam termos pomposos, prometem o que é impossível e fazer o que nunca fizeram quando puderam.

E os “novos” – que surgem, batendo no peito que são novos e chegam com as mais milenares práticas do dá aqui, que eu retribuo lá?

Não fizemos reforma política. Agora será uma maçaroca e é no que eles mais uma vez se fiam com a nossa distração. Talvez poucos entendam ainda que no dia da eleição vão encontrar uma urna repleta de fotos, e que terão que apertar para presidente (que vem com o vice dependurado), dois senadores, governador, deputado federal e estadual. Seis vezes aquele irritante alarme triiimmmm vai tocar. Pela ordem: deputado federal, deputado estadual ou distrital, senador primeira vaga, senador segunda vaga, governador e presidente da República.

Um monte de postes. Um do lado do outro. No meio da rua. Para tropeçarmos, darmos topadas neles. E estarão interligados transmitindo essa energia ruim que já sentimos no ar. Aterrados estamos nós.

Mariposas, quem nos dará uma luz? 

Brasil, 2018.







* Marli Gonçalves, jornalistaSe tivesse um cachorro, o levaria para irrigar esses postesTenho um blog. Divertido e informante ao mesmo tempo, no marligo.wordpress.com. Estou no Facebook e no Twitter. Visite o "Chumbo Gordo": www.chumbogordo.com.br.  e-mails: marli@brickmann.com.br e marligo@uol.com.br.



Leia> O Brasil Sobre Rodas.

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

SANTANDER ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROGRAMA TRAINEE 2018.


O Santander lança nesta sexta-feira (10) o Programa de Trainee de 2018. O Banco busca recém-formados que tenham concluído o curso a partir de dezembro de 2016 ou universitários que se formem até dezembro de 2018, de qualquer universidade brasileira e área de conhecimento. O processo reflete o zelo do Banco em promover a diversidade.

Segundo a vice-presidente de Recursos Humanos do Santander, Vanessa Lobato, a capacidade de contestar e ao mesmo tempo se inquietar em busca de melhores práticas é uma característica frequente entre os colaboradores do Santander. “Somos uma empresa que valoriza a ruptura de velhos hábitos e novas sugestões. Que reconhece os funcionários com essa iniciativa, com espírito empreendedor e gana de fazer acontecer. A seleção dos trainees é norteada por essa cultura. Buscamos candidatos com garra, inteligência emocional, confiáveis, empreendedores, influenciadores, colaboradores e que contribuam no desenvolvimento das pessoas”, explicou.

O processo seletivo será dividido em seis etapas. Os candidatos realizarão testes online de inglês, raciocínio lógico e um assessment online. Em seguida, teremos uma etapa de vídeo, com foco na trajetória de vida de cada um. Nas últimas etapas, os candidatos resolverão cases de negócio (online e presencial).

Serão selecionados entre 20 e 30 candidatos, que iniciarão as atividades em novembro deste ano, numa das melhores empresas para se trabalhar no Brasil e na América Latina, segundo o GPTW (Great Place To Work). Não é necessário ter experiência profissionais anteriores. O que se busca são histórias de vida diferenciadas e/ou de superação.  O programa tem duração de 12 meses. Os admitidos participarão de ações com conteúdos técnicos e comportamentais, e farão job rotation com atuação em projetos estratégicos, sempre com a coordenação do RH e auxiliados por executivos do Banco que atuarão como mentores.

Ainda de acordo com Vanessa Lobato, o trainee “encontrará muitos desafios, mas também muita colaboração entre equipes para superá-los, o que lhes possibilitará muito aprendizado. Estímulos que os desafiarão a pensar, agir, criar a propor soluções. Buscaremos e estimularemos habilidades como autonomia, responsabilidade, colaboração, inovação, resiliência e capacidade comunicativa”, afirmou.

Em 2016, com a retomada do programa, 11.945 jovens se inscreveram. Já em 2017 esse número saltou para 30.547 candidatos. Atualmente o Banco conta com 25 jovens com bastante identificação com a cultura e perfil do banco, fruto daquela seleção. Os cinco trainees com melhor performance durante o programa 2018 receberão uma Bolsa de Estudos para um curso de três semanas na Babson College, em Boston, previsto para Julho de 2020.

Para Caio Martin Costa, 24 anos, ser trainee no Santander é estar disposto a constantemente sair da zona de conforto. A imergir na cultura da organização e ser, de forma protagonista, responsável por promover mudança e colaboração. “O programa permite desenvolver habilidades técnicas na prática, colocando a mão na massa em projetos estratégicos de várias áreas do banco. Enquanto trainee temos carta branca para acessar todos os níveis da empresa, propor novas ideias e ajudar a tirá-las do papel. No âmbito comportamental, somos continuamente estimulados através de treinamentos, desenvolvendo as habilidades necessárias de um líder do futuro”, avaliou ele.

A também trainee Eliza Martins Gurgel, 26 anos, optou pelo Santander por ter ótimas referências sobre a qualidade do programa e o impulso que o programa proporciona à carreira dos participantes. “O Banco vive um ótimo momento, cresce em rentabilidade e investe muito para oferecer soluções inovadores e atender bem os clientes. Queria fazer parte disso. Sinto que nesses meses de programa consegui ter uma visão ampla da empresa, aprendendo muito sobre as áreas e o mercado financeiro.  O ambiente de trabalho é desafiador e isso me impulsiona para alcançar grandes resultados”, sintetiza ela.

Os interessados em participar do Programa de Trainee do Santander podem se inscrever até o dia 10 de setembro pelo site www.grupociadetalentos.com.br/traineesantander. Os aprovados terão salário de R$ 6,2 mil e benefícios como plano de saúde, odontológico, vale refeição e alimentação, participação nos lucros, entre outros.

SAMSUNG CAPACITA JOVENS PARA O MERCADO DE TRABALHO POR MEIO DO PROJETO "GERAÇÃO DE FUTURO".


Iniciativa em parceria com o Instituto Ser+, SENAI-SP, SENACON e Procon-SP forma mais de 60 alunos de SP e Campinas e espera iniciar a vida profissional de 60% deles.


Após formar mais de 30 alunos em São Paulo, o programa Geração de Futuro entrega no próximo sábado, dia 11 de agosto, novos diplomas em Campinas. A iniciativa da Samsung que visa capacitar jovens em situação de vulnerabilidade social para o mercado de trabalho ofereceu mais de 276 horas de treinamento com foco em direitos do consumidor em ambas as cidades. Na última semana, os formandos da capital paulista foram homenageados e, agora, é a vez dos 31 participantes do projeto em Campinas serem certificados.

"A Samsung tem a visão global de inspirar o mundo. Trabalhamos com produtos modernos, que são sonhos de consumo. Mas tudo isso só faz sentido quando o consumidor usa essa ferramenta para o bem", destacou Márcio Herman, Gerente de Relações Governamentais da Samsung, durante a formatura em São Paulo para reforçar a importância do atendimento ao consumidor e do Geração de Futuro.

"O momento da formatura é importante, mas não termina com a entrega do diploma. Os alunos iniciam uma jornada e nós também seguimos com projetos e parceiros que possam fazer a diferença na sociedade", afirma Isabel Costa, Gerente de Cidadania Corporativa da Samsung Brasil.

O projeto "Geração de Futuro" é uma parceria da Samsung com o Instituto Ser+, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo (SENAI-SP), a Escola Nacional de Defesa do Consumidor da Secretaria Nacional do Consumidor (SENACON) e a Fundação Procon-SP que tem como objetivo principal ajudar jovens em busca de profissionalização e, ao mesmo tempo, contribuir para a melhora progressiva na qualidade do serviço de atendimento ao consumidor no Brasil.

Com conteúdo que ensina as melhores práticas de atendimento ao consumidor, o programa do curso é focado em empregabilidade. Tanto que mais de 60 alunos se formam nesta primeira etapa da edição 2018 do projeto, somando Campinas e São Paulo.

"Queremos que a vida dos alunos dê uma virada. A previsão é de que nos próximos seis meses muitas portas sejam abertas para aqueles que acabaram de se formar", afirma Ednalva de Moura Santos, Coordenadora Geral do Instituto Ser Mais.

Para os próximos seis meses, o objetivo é que 80% dos jovens atendidos pelo "Geração de Futuro" já estejam empregados e que novas turmas sejam formadas. Mais de 61% dos alunos certificados pelo projeto em 2017 já estão inseridos no mercado de trabalho e alguns, inclusive, já ingressaram na vida acadêmica.

Samsung oferece mais do que produtos para você ir além

A Samsung, líder mundial em tecnologia, oferece um portfólio de produtos para as pessoas desafiarem os seus limites e barreiras para alcançarem seus sonhos e objetivos de vida. A empresa tem a inovação em seu DNA e investe constantemente em pesquisa em desenvolvimento para oferecer o que existe de mais avançado em tecnologia para seus usuários. As pessoas são o foco principal da marca e, por este motivo, a Samsung oferece uma série de serviços, benefícios e experiências exclusivas para os clientes por meio dos programas de pós venda Samsung Care e Samsung Club, e pelo Samsung Social, programa de patrocínio a Institutos e Fundações para um mundo mais inclusivo e sustentável. Nós fazemos o inesperado para que você faça o impossível. #DoWhatYouCan't.

Máquina Cohn & Wolfe.

Leia> O Brasil Sobre Rodas.